Como cuidar das pérolas?
9 de setembro de 2009

Elizabeth IPérolas bem cuidadas atravessam os séculos. Os colares da Rainha Elisabeth I, retratados em belíssimas pinturas do Renascimento (como a imagem ao lado) ainda existem até hoje e reluzem na Torre de Londres. Para que as suas pérolas também durem eternamente, bastam alguns cuidados simples.

Produzidas pelas ostras durante quatro anos (tempo mínimo de cultivo), as pérolas são gemas delicadas, mas acreditem, quanto mais são usadas, mais belas ficam. A fina oleosidade produzida pelo corpo feminino aviva o lustre. Portanto, nada de deixá-las na gaveta!

Outro cuidado é a re-enfiação. De dois em dois anos, devemos procurar profissionais do ramo que montarão os fios de pérolas separando-as com nós. O fio deve ser de algodão e os nós têm duas finalidades: Não deixar que uma pérola toque a outra, evitando que se arranhem no contato e, caso o colar se quebre acidentalmente, apenas uma pérola correrá o risco de ser perdida.

Ao guardar o colar, passe uma flanela limpa para retirar vestígios de poeira, pois a poluição traz partículas que podem manchar as pérolas. Se o fecho é de diamantes, envolva-o num papel de seda para evitar arranhões nas pérolas. Guarde suas pérolas longe de outras joias, de preferência em embalagem macia, de camurça.

Só coloque o colar depois de se maquiar, pois as pérolas são porosas e sensíveis aos corantes do make-up. O perfume vem por último, sempre depois de vestir a joia e longe das pérolas! Caso você esteja usando um colar, opte por colocar o perfume nos pulsos, ou bem atrás das orelhas.

Sempre me perguntam se a água do mar faz bem às perolas. Mal não faz, o sal marinho é benéfico para pérolas, porém, oxida os fechos e acelera a deterioração do fio de algodão que as une. Então, melhor do que a água do mar é o contato do corpo. Use e abuse das pérolas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *