Você conhece os diferentes tipos e formatos de lapidação?
26 de setembro de 2012

Muitas pessoas têm dúvidas sobre as diversas formas e lapidações que uma pedra pode ter. Por exemplo, tem gente que chama qualquer diamante de “brilhante”. Há ainda quem acredite que o brilhante seja simplesmente qualquer diamante que seja lapidado. Por isso, fizemos este post para explicar por que essa denominação, em alguns casos, pode ser equivocada.

Vamos começar do básico: por que devemos lapidar uma pedra? Porque a beleza da maioria delas só se evidencia após este processo. Antes disso, no estado bruto, elas podem até passar despercebidas por olhos leigos. O objetivo da lapidação é mostrar as melhores características da gema, levando em consideração sua cor, clareza (pureza) e peso, tornando-a mais brilhante e valiosa.

Topázio Imperial bruto
Topázio Imperial bruto

As lapidações mais populares atualmente no mundo da joalheria podem ser divididas em duas grandes categorias – as facetadas e/ou degraus e os cabochons. Tem ainda a lapidação mista, que compreende duas variedades na mesma pedra, com uma parte dela lisa e a outra facetada ou em degraus.

A lapidação brilhante, de formato redondo, é a mais popular para os diamantes e diversas outras pedras, pois ela assegura que o máximo de luz seja refletido, criando brilho. As variações do contorno podem ser nos formatos oval, gota e navette (cuja forma lembra a de um “barco”), conhecidas como brilhantes modificados.

Os diamantes do anel Stern Noble possuem lapidação brilhante
Os diamantes do anel Stern Noble possuem lapidação brilhante

Degrau é um outro tipo de lapidação, formado por vários degraus paralelos – como já diz o próprio nome! Os cantos mais frágeis das gemas podem ser removidos, criando pedras octogonais, como no caso da ametista no anel Highlight Stars, veja:

Anel Highlight Stars com ametista em lapidação em degraus
Anel Highlight Stars com ametista lapidada em degraus

Na lapidação lisa, o principal representante é o cabochon, que é um talhe simples usado para exibir as cores e os efeitos óticos de pedras preciosas. A parte superior é lapidada de forma arredondada, e a inferior é plana ou levemente convexa. Já as pedras com lapidação mista normalmente são arredondadas no contorno, com a parte de cima facetada como o brilhante, e a de baixo em degraus.

Lapidação cabochon no cristal de rocha do pendente Pedras Roladas
Lapidação cabochon no cristal de rocha do pendente Pedras Roladas

Para cada um dos tipos de lapidação (brilhante, degrau, cabochon, mista, etc) existe uma série de formas: redonda, ovalada, triangular, hexagonal, baguette, french-cut, navette, briolette, entre muitas outras. É importante não confundir tipo de lapidação com formato (corte), pois duas gemas de mesma origem podem ter cortes e formatos distintos. Por exemplo: um diamante com formato quadrado e lapidação princess e outro com forma de gota e lapidação brilhante.

Tipos e formatos de lapidação
Tipos e formatos de lapidação

Esperamos que este post tenha esclarecido muitas dúvidas!

Leia também:

Seis perguntas que todo mundo faz sobre diamantes

Agora queremos saber: que outros temas relacionados a joias vocês gostariam que fossem abordados aqui no blog? Comente!

4 thoughts on “Você conhece os diferentes tipos e formatos de lapidação?

  1. Jóias, encantador, mexe com emoções, sentimentos idéia de eternidade…
    Obrigada pela singularidade das informações. Apesar de ter essa cultura ou melhor por não possuí-las por falta de recursos, a objetividade das informações me foi peculiar. Hoje começo trabalhar numa joalheria, e me sinto mais segura com essas informações. Muito obrigada de coração. Deus seja convosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *